P3 Midia

P3 Midia

Saiba como montar sua hortinha caseira e deixar a alimentação mais saudável

Quem não gostaria de ter alimentos frescos disponíveis a qualquer momento? Ter uma hortinha caseira é alternativa para garantir a ervas e hortaliças sem agrotóxico e ainda renovar a decoração da sua casa. Além disso, é alternativa até para quem mora em apartamento.

Como montar a sua hortinha caseira
O primeiro passo para ter a sua hortinha caseira é desconstruir o mito de que é necessário muito espaço. Um cantinho pode ser suficiente para iniciar. Você vai precisar de vasos, latas e recipientes maiores, caso queira montar uma horta comunitária no seu condomínio residencial. Durante o processo, também vai precisar considerar dois itens básicos:

Luminosidade

Escolha um local que recebe sol em alguns momentos do dia, mas que não deixe as plantas totalmente expostas, especialmente nos horários em que os raios solares são mais intensos. Se tiver uma pequena sacada ou área externa, já pode começar.

Rega

A rega deve ser feita todos os dias e sempre à noite. Deve-se ficar atenta ao ressecamento da terra em estações mais quentes. Nessas épocas, é necessário regar com maior frequência. Lembre-se que a terra deve ficar úmida e não encharcada.

Passo a passo para o plantio
Certifique-se que o vaso que você escolheu tem uma pequena abertura no fundo, para que a água não fique acumulada, e que tem tamanho para que a muda possa crescer. Depois adicione seixos, um tipo de pedra de jardinagem, para dar apoio.

Tenha cuidado ao retirar o plástico que envolve a muda. Evite quebrar o torrão e danificar a raiz. Coloque a muda no vaso e acrescente terra, se for necessário. Para finalizar, adicione cascas ou musgos para proteger a terra e evitar que fique seca rapidamente.

A hortinha caseira deve ser adubada uma vez por mês. Algumas plantas são mais fáceis de cultivar. O alecrim, o manjericão e a salsinha são mais fáceis de cuidar. O manjericão, por exemplo, precisa apenas de quatro horas diárias de sol e rega todos os dias para se desenvolver bem.

No momento de colher, prefira retirar as folhas maiores para o consumo. Outra opção para organizar a sua horta são as jardineiras suspensas. Esses itens são excelentes para aqueles locais, como apartamentos, em que não se tem muito espaço.

É possível incluir mais de uma planta nesses locais, mas é necessário ficar atenta a quais ervas vão dividir a jardineira. A hortelã, por exemplo, deve ser cultivada separadamente, pois suas raízes tendem a invadir o espaço das outras e prejudicar o seu desenvolvimento.

Sálvia e tomilho são uma ótima combinação e podem ser plantadas juntas. Além de estar atenta a quais plantas cultivar juntas, húmus de minhoca e torta de mamona são recomendados para manter as pragas longe da sua horta caseira.

Fonte: Doutíssima

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis