P3 Midia

P3 Midia

Ceará vai receber R$ 40 milhões para captação e distribuição de água

O ministro da Integração Nacional Helder Barbalho anunciou a liberação de R$ 40 milhões para investir em obras de enfrentamento à crise hídrica em Fortaleza e na Região Metropolitana. Os recursos, conforme esclareceu o ministro, serão repassados ao Governo do Estado para diversas obras destinadas à captação e à distribuição de água. O deputado cearense Danilo Forte (PSB) afirmou que o presidente Michel Temer deve vir ao Ceará no próximo dia 8 de dezembro para anunciar detalhes da liberação da verba. O Palácio do Planalto, no entanto, informou que o compromisso ainda não está na agenda oficial.

O anúncio do repasse foi feito após reunião, em Brasília, do ministro com os senadores cearenses Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB). "Por determinação do presidente Michel Temer estamos tendo a oportunidade, junto com os senadores Eunício e Tasso, de fechar mais um pacote de ações e benefícios para a Região Metropolitana de Fortaleza, para o Ceará, preocupados com a seca, que há cinco anos aflige esta Região.  Serão liberados mais R$ 40 milhões, que serão repassados ao Governo do Estado para diversas obras na Região Metropolitana, que possam captar água e garantir distribuição para a população", afirmou Helder Barbalho.

Balanço
Ainda nesta semana, em reunião da Comissão Externa da Câmara dos Deputados destinada a acompanhar o Projeto de Integração e de revitalização do Rio São Francisco, Helder Barbalho realizou uma apresentação de balanço das ações voltadas para o abastecimento de água no Ceará e estados do Semiárido atingidos pela seca.

Segundo Barbalho, houve incorreções com relação ao fato noticiado de que os serviços de transposição do Rio São Francisco foram paralisados. Conforme ressaltou, isso ocorreu apenas em relação ao trecho Norte, cujos trabalhos que estavam sob a responsabilidade da Construtora Mendes Júnior.

"É um grande equívoco dizer que as obras estão paralisadas. Isso não está correto. Já estão concluídas 90,8% das estruturas e o restante está em construção, com exceção de um trecho do Eixo Norte que estava sob responsabilidade da empresa Mendes Júnior, mas que já estamos providenciando a substituição", afirmou.

Em junho deste ano, a empresa Mendes Júnior comunicou ao Ministério da Integração Nacional a falta de condições técnicas e financeiras para continuar os dois contratos da Meta 1N do Eixo Norte, que vai da captação do Rio São Francisco, em Cabrobó, Pernambuco, até o reservatório de Jati, no Ceará. Em 7 de novembro, a Pasta iniciou o novo processo de licitação com a consulta pública da minuta do edital e seus anexos.

As construtoras interessadas têm até o dia 29 de novembro para dar suas contribuições para a versão final do edital. "A partir daí, prosseguimos com o processo de análise para assinarmos o contrato até o início de fevereiro de 2017", destacou.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis