P3 Midia

P3 Midia

UFCA aprova curso de Letras-Libras no Dia Nacional do Surdo

No Dia Nacional do Surdo, 26 de setembro, o Conselho Superior Pro tempore (Consup), da Universidade Federal do Cariri (UFCA), aprovou a criação do curso de licenciatura plena em Letras-Libras, o primeiro do interior do Estado. O curso será vinculado ao Instituto Interdisciplinar de Sociedade, Cultura e Arte (IISCA) e ofertará 30 vagas.

Os profissionais formados pelo curso, conforme o projeto apresentado pela PROEN, atuarão diretamente na educação básica, como professores de Libras do ensino fundamental e médio, e na educação superior, mediante formação em pós-graduação.

De acordo com o reitor Pro tempore, professor Ricardo Lange Ness, as ações para efetiva implantação do curso serão agora intensificadas, com planejamento para aquisição de infraestrutura adequada e contratação de servidores.

Para a pró-reitoria de Ensino, professora Ana Candida de Almeida Prado, a criação do curso de Letras-Libras proporcionará novos horizontes na formação de profissionais da área na região. “Há um número enorme de pessoas que precisam desse atendimento na região e que param de estudar porque não conseguem acompanhar turmas regulares. Essa aprovação é de extrema importância”, disse.

Durante a sessão, quatro instituições que atuam com a comunidade surda estiveram presentes: Instituto Transformar (INTRA), Associação dos Surdos da Região Metropolitana do Cariri, Associação Cratense de Defesa da Pessoa Surda e Associação dos Intérpretes do Cariri. Os representantes da comunidade surda tiveram a oportunidade de falar sobre a importância do curso, especialmente para a região do Cariri.

A professora e instrutora de Libras, Sônia Sales, que trabalha também na Secretaria Municipal da Educação, acredita que a abertura do curso ajudará desenvolvimento da Libras no âmbito linguístico e das pesquisas. “Várias pessoas estão esperando esse curso ser aberto. Isso vai ajudar muito na inclusão dos surdos no Cariri”, afirmou. Para o primeiro professor surdo da UFCA, Alex Cassimiro, que atuou como docente substituto, a principal importância é a formação de profissionais habilitados a contribuir com a educação da comunidade surda.

Homenagem
A aprovação ocorreu num dia simbólico para a comunidade surda: comemoração de mais um Dia Nacional do Surdo. Além disso, de acordo com professor Ricardo Ness, está inserido no contexto da Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002 (que reconhece a Língua Brasileira de Sinais) e do Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005 (que trata sobre a formação do professor e do instrutor de Libras).

“É um marco dentro da universidade e na região do Cariri assumir a responsabilidade de atender a uma comunidade que, como qualquer outra, tem o direito a ter uma educação superior de qualidade. Acho que a gente avança muito no papel da UFCA no Cariri. Fico feliz de estar presidindo essa reunião numa data tão importante”, ressaltou.

Cerca de nove mil surdos vivem no Cariri, de acordo com o último Censo (2010). O professor de Libras da UFCA, Mardonio Oliveira, relembrou a situação histórica de dificuldades enfrentadas pelos surdos na região e como a causa tem avançado. “Os surdos ficavam muito tempo em casa, não tinham acesso à educação. O trabalho começou nas igrejas e no Instituto Transformar”. Depois, ele citou a primeira passeata em 2009 e a contratação dos primeiros intérpretes. “Agora entendemos a importância de valorizar a Língua Brasileira de Sinais”, ressaltou.

Projeto
Durante toda a elaboração do projeto político pedagógico do curso de Letras-Libras, a PROEN, o IISCA e a Coordenadoria de Acessibilidade contaram com a participação da comunidade surda. Foram realizados debates e audiências em torno da temática. Em maio, a UFCA recebeu o INTRA. Em junho, promoveu uma audiência pública para discutir a implantação do curso.

Cursos
Atualmente, a UFCA oferece 14 cursos de graduação, distribuídos nos campi de Juazeiro do Norte, Barbalha, Crato, Brejo Santo e Icó. Os cursos são Administração; Administração Pública; Agronomia; Biblioteconomia; Jornalismo; Design de Produto; Engenharia Civil; Engenharia de Materiais; Filosofia (bacharelado e licenciatura); História; Interdisciplinar de Ciências Naturais e Matemática (licenciatura); Medicina e Música (licenciatura)

O ingresso de novos estudantes ocorre por meio do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e o Sistema de Seleção Unificada (Sisu); além de processos de transferência interinstitucional e admissão de graduados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis