P3 Midia

P3 Midia

Idosos casados há 63 anos morrem juntos em asilo, de mãos dadas

A morte de um casal de idosos, que estavam juntos há mais de meio século, comoveu pessoas do mundo inteiro. Os dois viviam em um asilo em Platte, em Dakota do Sul, nos EUA, e morreram de mãos dadas, com uma diferença de menos de meia hora entre um óbito e outro.

Henry e Jeanette De Lange passaram 63 anos casados e criaram cinco filhos juntos. Jeanette era portadora da Doença de Alzheimer há mais de cinco anos e, desde então, o casal tinha se mudado para uma casa de repouso. Ela, que tinha 87 anos, foi quem morreu primeiro.

O marido, que tinha 86 anos, era um veterano de guerra e lutava contra um câncer de próstata – sua única exigência era ficar perto da esposa, e assim foi feito, até o final: 20 minutos após a morte de sua amada, Henry morreu também, sem largar a mão da esposa. A última coisa que fez antes de morrer foi olhar para Jeanette mais uma vez.

Amor até o fim
Para Lee De Lange, um dos filhos do casal, a morte dos dois foi uma providência divina de amor e misericórdia. “Você não reza por isso porque parece maldade, mas não se poderia pedir por nada mais bonito”, falou ele, em declaração publicada no The Independent.

Lee disse que o pai ia visitar a mãe em seu quarto várias vezes ao dia e que achava isso uma atitude muito doce da parte dele. No momento em que Jeanette morreu, Keith, outro filho do casal, disse ao pai: “A mamãe foi para o céu. Você não precisa lutar mais, você pode ir se quiser”.

Depois de ouvir isso, Henry abriu os olhos, olhou intensamente para a esposa, fechou os olhos novamente, deitou e morreu poucos minutos depois.

Fonte: Mega Curioso

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis