P3 Midia

P3 Midia

:: CARTA AOS CRATENSES :: Por: Luis Carlos Saraiva

Finalizadas as convenções, o PSL ficou inserido numa coligação com chances reais de garantir a eleição de vereadores e, nesse contexto, gostaria de explicar sobre as circunstâncias que me levaram a abrir mão de minha candidatura à reeleição. Não é fácil delinear um quadro de candidatos a vereadores num partido já com dois ocupantes de cargos no Poder Legislativo. Além disso, houve muita demora na definição dos nomes que disputarão a Prefeitura de Crato, deixando o PSL no compasso de espera aguardando a fim de escolher o mais interessante para o município.

No caso da disputa para vereador, o quociente eleitoral deste ano deve ficar na razão de 3.200 votos. Sozinho, dificilmente o PSL atingiria esse patamar se não conseguisse uma coligação proporcional. No âmbito majoritário, optamos pelo nome do deputado estadual e candidato do PP, José Ailton Brasil, referendando a própria escolha do nosso governador e conterrâneo, Camilo Santana. Não votei nele, mas entendo que o PSL jamais poderia fechar os olhos para o muito que o Estado vem fazendo por nossa cidade

Assim, fomos buscar um partido dentre os que estão na base de apoio ao futuro prefeito de Crato, José Ailton Brasil, e não foi difícil notar a indiferença das agremiações contatadas em virtude do meu nome e do colega vereador, Luciano Saraiva. No meu caso particular, pesquisa recém-realizada em Crato apontou uma preferência o que me encheu de orgulho. O próprio governador e outras lideranças políticas tentaram costurar um entendimento, mas foi em vão.

Na véspera da nossa convenção, sai de casa para deixar os filhos na escola no que ia refletindo sobre àquela pressão carinhosa dos amigos enquanto brincava com os filhos os quais são minhas preciosidades maiores. Daí, optei por um caminho justo e consensual ao invés de impor coligações inserindo meu nome e contrariando tantos e tão bons amigos. Lembrei do que tinha ouvido um dia: “Tú te tornas eternamente responsável pelo que cativas” quando decidi abdicar da possibilidade de levar adiante o projeto de reeleição.

Confesso ter me sentido mais leve e plenamente convicto quanto a decisão que tomei. Foram muitos os telefones, abraços, mensagens confortantes e elogios pela minha conduta os quais aproveito para agradecer. Não escondo o orgulho de ter representando o povo de Crato na Câmara Municipal e nem mesmo da preciosidade da minha família e dos muitos amigos que conquistei ao longo de minha vida. Saibam todos que continuaremos juntos, pois meu futuro político a Deus pertence.

LUIS CARLOS DUARTE SOBREIRA SARAIVA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis