P3 Midia

P3 Midia

Ceará fecha 2,9 mil postos de trabalho em maio

O Ceará registrou retração em seu mercado de trabalho por mais um mês consecutivo. Isso porque, no último mês de maio, 2.906 postos formais foram eliminados no Estado, o que representa uma retração de 0,25% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada de abril. Os dados constam no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira (24) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Conforme o Caged, os setores de atividade que mais contribuíram para a retração no mercado de trabalha cearense foram: serviços (-1.476 postos); comércio (-772 postos) e construção civil (-383 postos).

No acumulado de janeiro a maio de 2016, fica evidente que a situação do mercado de trabalho cearense não é nada boa. Para se ter uma ideia, na série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, houve decréscimo de 22.983 postos formais no período. Nos últimos 12 meses, verificou-se perda de 3,75% no nível de emprego, ou seja, retração de 45.789 postos de trabalho.

Brasil
Nacionalmente, o setor de serviços acabou alavancando a queda no mercado de trabalho, já que fechou 36.960 vagas no mês passado. Ao todo, o Caged registrou um saldo de empregos formais negativo de 72.615 em maio.

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis