P3 Midia

P3 Midia

Com 28 óbitos, CE inicia 2ª etapa de vacinação contra gripe H1N1

O Ceará registra 28 mortes em consequência da gripe H1N1 em 2016, de acordo com o último Boletim Epidemiológico de Influenza do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira (31). Em todo o Brasil, o número de óbitos soma 679.

Até 23 de maio, foram registrados 4.153 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 3.518 foram por influenza A (H1N1) – 530 casos a mais que em comparação ao último boletim, divulgado há uma semana.

2ª etapa da vacinação
Na terça-feira passada (23), o Ceará atingiu a meta de vacinar 80% do público prioritário na campanha de vacinação contra H1N1. Nesta terça, o estado iniciou a segunda etapa da campanha de vacinação para o grupo prioritário, crianças de seis meses a cinco anos de idade.

"Essas crianças são aquelas que receberam a vacina da gripe pela primeira na vida. Então vai crianças de seis meses a menores de cinco anos, porque infelizmente a gente vai encontrar ainda muitas crianças de três, quatros anos que nunca foram vacinadas anteriormente", explica a coordenadora de imunização em Juazeiro do Norte, Márcia Rejane Rodrigues.

Ainda segundo Márcia Rejane, caso haja sobra de vacinas até o fim da 2ª etapa, elas serão aplicadas em outro grupo, fora do público prioritário.

118 cidades batem a meta
Em todo o Ceará, a população que deve se vacinar é composta por 576.022 crianças de 6 meses a 4 anos, 138.800 trabalhadores da saúde, 96.459 gestantes, 15.853 puérperas (que deu à luz recentemente), 24.555 indígenas, 924.727 idosos acima de 60 anos, além das pessoas com doenças crônicas, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas, população carcerária e funcionários do sistema prisional em todo o Estado.

Até 23 de maio, 118 das 184 cidades do Ceará haviam atingido a meta de vacinar 80% do público-alvo, segundo o Ministério da Saúde.

A vacina contra a gripe em 2016 protege contra Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. Na vacinação, o Governo do Estado garante as seringas e as vacinas são repassadas pelo Ministério da Saúde.

Fonte: G1 CE

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis