P3 Midia

P3 Midia

Barbalha (CE): Festa do Pau da Bandeira reúne multidão

Milhares de pessoas lotaram ontem as ruas deste município, no Cariri, para participarem da abertura oficial das festividades de Santo Antônio, padroeiro da cidade. Esta é a primeira edição da festa após o reconhecimento do Pau da Bandeira de Barbalha como patrimônio imaterial brasileiro concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), ressaltando a peculiar união de festejo popular com manifestação de fé, com características próprias e diferenciadas.

O tradicional cortejo do Pau da Bandeira começou por volta das 11 horas. Centenas de homens conduziram o mastro pesando cerca de duas toneladas até a Praça da Matriz que leva o nome do padroeiro. O percurso, de quase 6Km, com saída do Sítio São Joaquim, local onde foi selecionada a "rama branca" de 25 metros de cumprimentos, durou cerca de 6h. Segundo o "Capitão do Pau", Rildo Teles, a condução do mastro é uma demonstração de fé, persistência, força e espírito coletivo.

Como diz a tradição, nos intervalos de descanso dos carregadores durante o percurso, as mulheres se aproximaram para pegarem no mastro do Santo casamenteiro ou retirar suas lascas para fazer chás, óleos e lembranças. "Dizem que não falha. Basta sentar no tronco ou arrancar uma lasquinha que Santo Antônio acelera o casório. Para garantir, eu fiz as duas coisas", brincou a universitária paraibana Bárbara Custódio Sobreira, 26.

Segurança
Neste ano, o Ministério Público Estadual (MPCE) firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município para reforçar a segurança, com cordas de isolamento e desobstrução das vias em que passou o cortejo. A medida é uma resposta à morte do carregador Cícero Ricart, que teve sua cabeça atingida pelo tronco, no ano passado.

No fim do cortejo, os carregadores pararam em frente ao local onde "Careca", como o carregador era conhecido, morreu. Eles fizeram um minuto de silêncio, rezaram e, em seguida, houve o descerramento de uma placa em sua homenagem. Ele participou dos festejos por dez anos.

O hasteamento do tronco aconteceu às 19h. Ele marca o início da festa, que prosseguirá até o dia 13 de junho. Segundo a Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha, até o dia do encerramento, devem passar 300 mil pessoas pela cidade. A festa é considerada a maior do País em louvor ao santo. Para a segurança, o efetivo. Além de seguranças, 200 policiais militares, e os agentes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran).

Para o secretário de Cultura e Turismo de Barbalha, Antônio de Luna, a edição deste ano carrega um "gosto ainda mais especial" pelo reconhecimento do Iphan. Ele ressalta que é um marco para o fortalecimento da cultura da região e do Ceará. Segundo o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, "o reconhecimento nacional da festa é muito importante para a cultura cearense e reforça a dimensão dessa expressão da cultura tradicional popular, em que dezenas de grupos, artistas e mestres participam ativamente em uma das mais marcantes manifestações do Cariri, do Ceará e do Brasil".

ANDRÉ COSTA
COLABORADOR

Fonte: Diário do Nordeste

Curta nossa página no Facebook



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis