P3 Midia

P3 Midia

10 filmes de terror baseados em histórias reais

Muitos filmes de terror e suspense dizem ter sido baseados em fatos reais e são justamente esses longas-metragens que fazem nos arrepiar ainda mais, nos dão mais medo. Ficamos imaginando as histórias por trás de cada roteiro, o que realmente pode ter acontecido, todas as pessoas que foram assassinadas de verdade, entre outros fatos.

Não são poucas as filmagens desse tipo. Você sabia que até o clássico “Psicose” foi inspirado em um fato que realmente aconteceu? Separamos 10 títulos realmente muito bons e que vão fazer você correr para assistir!

A Hora do Pesadelo ("A Nightmare On Elm Street")
Este filme foi baseado em uma série de artigos que saíram no jornal The Los Angeles Times sobre um estranho fenômeno no qual os jovens asiáticos refugiados morreram misteriosamente durante o sono. Haviam relatos de que muitos deles se recusavam a dormir, citando terríveis pesadelos que os levavam à morte.

O filho de um médico em Laos, Camboja, não queria dormir, embora todos ordenassem que ele descansasse. Então, para que ele apagasse por algumas horas, foram administrados alguns medicamentos no garoto. Enquanto assistia à televisão com a família, ele adormeceu no sofá e os parentes agradeceram por isso. Eles o levaram para o quarto, no andar de cima.

Todos foram para a cama e, no meio da noite, ouviram gritos e batidas. A família do garoto correu para o quarto e o encontrou morto. Durante a autópsia, nada foi descoberto e os médicos concluíram que ele morreu por razões inexplicáveis. Os pais acharam no armário do rapaz uma máquina de café e vários comprimidos para dormir que ele fingia que tomava.

Invocação do Mal ("The Conjuring")
O longa-metragem foi baseado em fatos reais. Dois investigadores, Ed e Lorraine Warren, contam sua experiência com os Perrons, uma família que se mudou para uma fazenda em Rhode Island onde experiências fantasmagóricas e terríveis começaram a acontecer. Tudo isso ocorreu em 1971 e até hoje é muito comentado.

O diretor James Wan disse à Entertainment Week, em 2013: "Quando a história dos Warrens veio até mim, eu pensei que tudo isso era muito legal. Mas eu não queria fazer apenas outro filme sobrenatural ou de fantasma, e sim uma coisa que eu nunca tinha explorado, que é a oportunidade de contar uma história baseada em personagens da vida real".

Os Warrens também têm uma boneca possuída pelo demônio, que foi a inspiração para o filme Annabelle. Atualmente, Raggedy Ann (o nome original do "brinquedo") está fechada às sete chaves no Museu Oculto dos Warrens, um lugar cheio de objetos usados para o ocultismo que se encontra em Monroe, Connecticut.

A Bolha Assassina ("The Blob")
Acredite ou não, este filme foi baseado em um artigo do The New York Times, de 1950. A história conta sobre quatro oficiais da polícia de Filadélfia que entraram em contato com um material pegajoso muito estranho que agora se acredita ser "Jelly Star", uma substância gelatinosa transparente.

Quando um dos policiais tentou mover a gosma, começou a se dissolver e a evaporar. Assim que o FBI chegou ao local, não havia nada para mostrar, exceto uma mancha no chão. Acredita-se que se trata de uma vida alienígena que aterrorizou uma pequena cidade e consumiu tudo o que via pela frente à medida que crescia.

Viagem ao Inferno ("Wolf Creek")
Este é um filme de terror que conta a história de três mochileiros que cruzam o território australiano com o serial killer Mick Taylor. Ele é um monstro que percorre o país por meio de suas vítimas. Acontece que Wolf Creek foi baseado na história de Ivan Milat e nos assassinatos que ele cometeu. Ele usava suas habilidades de caçador para fazer coisas aterrorizantes com suas vítimas.

Milat negou que foi o responsável pelos assassinatos e os corpos só foram encontrados quando estavam em decomposição. Ninguém sabe realmente o que aconteceu, mas as evidências mostraram que as vítimas sofreram torturas horríveis antes de morrer. O assassino esfaqueou as pessoas na base da coluna, de modo que elas ficaram paralisadas.

Depois que elas foram baleadas, esfaqueadas, agredidas e decapitadas, seus corpos foram deixados no deserto. Um homem chamado Paul Onions foi à polícia e contou que conseguiu carona com um homem chamado Bill, que tentou ataca-lo, mas ele conseguiu escapar. Onions identificou o homem como Ivan Milat, que pegou prisão perpétua.

A Última Profecia ("The Mothman Prophecies")
Entre 15 de novembro de 1966 e 15 de dezembro de 1967, em Point, dezenas de pessoas relataram ter visto uma criatura enorme com olhos vermelhos e asas de mariposa, exatamente como foi relatado no filme. As visões foram conectadas com o colapso de uma ponte na última data citada. A ponte caiu durante o horário de pico, matando cerca de 48 pessoas.

Algumas acreditam que o monstro estava lá para avisá-los do desastre, porque, depois que a ponte desabou, ninguém mais o avistou. Curiosamente, muita gente viu a criatura antes de diferentes tragédias. Algumas incluem até o acidente nuclear em Chernobyl, um terremoto na Cidade do México em 1985 e até mesmo os ataques de 11 de setembro em Nova York.

Os Estranhos ("The Strangers")
O material promocional do filme, incluindo o trailer, afirmou que o longa foi baseado em fatos reais. Um dos eventos foi o assassinato da família Manson, sete pessoas brutalmente massacradas em dois assaltos a residências diferentes. No entanto, outro crime terrível, menos conhecido, serviu de base para a filmagem, que é o assassinato na cabine Keddie.

No norte de Sierra Nevada, Califórnia, em 1981, Sue Sharp e seus cinco filhos alugaram a cabine 28 no popular Keddie Resort por dois meses. Na manhã de 12 de abril, Sue e seus filhos de 16 e 17 anos foram encontrados amarrados com fita adesiva e fios. Eles haviam sido esfaqueados e espancados. Todos os móveis da cabine tinham sido destruídos e estavam cobertos de sangue.

Tina, de 13 anos, sumiu misteriosamente. Seu crânio foi encontrado três anos mais tarde em um acampamento nas proximidades. Os outros filhos mais jovens e um dos amigos foram encontrados ilesos. Até hoje, os assassinatos nunca foram resolvidos, mas acredita-se que duas pessoas, pelo menos, estão envolvidas no assassinato das quatro vítimas.

The Lost ("The Lost")
O personagem principal do filme foi baseado em Charles Schmid, um rapaz rico e popular de 22 anos de idade, residente em Tucson, Arizona, em 1964. Certa vez, a namorada de Schmid, Mary, apresentou sua melhor amiga Aleen Rowe para o rapaz. Ele estuprou Rowe antes de espancá-la até a morte com uma pedra. Mary ajudou a enterrar o corpo.

Um ano depois, o corpo de Rowe não tinha sido encontrado e não houve prisões, mas Schmid confessou a uma amiga, Gretchen Fritz, que assassinou Rowe. Certa vez, quando ele brigou com Fritz, ela contou para a polícia tudo o que o rapaz tinha contado. Quando soube, Charles matou Gretchen e sua irmã Wendy, de 13 anos, e enterrou os corpos no deserto.

Orgulhoso, Schmid mostrou os corpos a um amigo, que se preocupou com sua namorada e foi até a polícia. Schmid pegou prisão perpétua e tentou fugir três vezes. Em 20 de março de 1970, com 33 anos de idade, Charles Schmid foi assassinado na prisão.

The Town That Dreaded Sundown ("The Town That Dreaded Sundown")
Este filme foi baseado na história dos assassinatos em série que assombraram uma pequena cidade do Texas e que nunca foram resolvidos. Eles aconteceram em 1946 e conta-se sobre um homem que usava um capuz branco e ficava fotografando pessoas aleatoriamente ao longo de um período de quatro meses.

Este mesmo homem usava uma pistola para atacar as pessoas. De oito vítimas, três sobreviveram. Elas disseram que o "assassino fantasma" usava uma máscara branca com buracos cortados na área dos olhos. Esse homem nunca foi identificado e, portanto, os assassinatos em série nunca foram resolvidos.

Viagem Maldita ("The Hills Have Eyes")
O diretor Wes Craven foi inspirado pela lenda escocesa do século 15 que conta a história de Sawney Bean e sua esposa, que viveram em uma caverna e tiveram 14 filhos e 32 netos, muitos deles por incesto. Eles sequestravam e matavam turistas para desmembrar e comer os corpos, deixando sua caverna repleta de restos humanos.

Eventualmente, muitos deles foram capturados e executados. Obviamente, isso é uma lenda que parece ter crescido a cada repetição, mas os historiadores encontraram evidências de canibalismo na região durante o período medieval, o que leva muitas pessoas a acreditarem na história, até mesmo o diretor Craven.

Almas Gêmeas ("Heavenly Creatures")
Este filme conta a intensa amizade de Pauline e Juliet, em 1950, na Nova Zelândia, e o mundo de fantasia que elas criaram. Seus pais ficaram preocupados que a amizade pudesse ser doença ou homossexualidade (que, na época, era considerada doença mental), então as meninas começaram a planejar uma vingança.

Na vida real, essa vingança tomou a forma do assassinato da mãe de Paulin, Honorah Rieper, em 1954. As meninas, então com 15 anos, bateram em Honorah com um tijolo até a morte. Elas foram consideradas muito jovens para a pena de morte e tiveram que cumprir cinco anos de prisão. As duas foram liberadas sob a condição de que nunca entrassem em contato uma com a outra. Então, Juliet mudou seu nome para Anne Perry e se tornou uma aclamada escritora.

Fonte: Mega Curioso (Via Mental Floss, Odde e Viralnova)

Curta nossa página no Facebook


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis