P3 Midia

P3 Midia

Por que as pessoas ficam mais bonitas quando bebemos? A ciência responde

Você já reparou que as pessoas ficam mais atraentes quando bebemos um pouco? Pode ser em festa, bar, boate, balada ou churrasco da faculdade. Não importa o local ou o evento a que você costuma ir, a grande verdade é que isso se aplica a praticamente qualquer ambiente.  Mas será que existe alguma forma de explicarmos por que isso acontece? Existe sim! E é isso que você vai conferir agora.

Uma série de estudos tenta comprovar a existência do fenômeno “Beer Goggles” — que poderia ser traduzido como “Óculos de Cerveja” —, sendo que alguns deles têm trazido informações bem relevantes. A maioria leva um questionamento como ponto principal: o álcool faz com que nós vejamos as  pessoas de uma outra maneira ou ele afeta a nossa capacidade de julgamento?

Tudo fica mais bonito?
Um estudo da Universidade de Glasgow (Escócia) descobriu que, após consumirem uma determinada quantidade de álcool, homens e mulheres podem achar as pessoas do sexo oposto até 25% mais atraentes. Em Bristol (Inglaterra), uma outra pesquisa realizada com 84 estudantes chegou a conclusões ainda mais interessantes.

Eles descobriram que as pessoas acham as outras 10 %mais bonitas 15 minutos após beberem 700 mL de cerveja. E isso vai além das orientações sexuais de cada um dos examinados. Ou seja: homens e mulheres, mesmo que sejam heterossexuais, afirmam que enxergam as outras pessoas mais atraentes depois de beberem, independente do gênero delas.

Capacidade de julgamento afetada?
Outro estudo britânico aconteceu na Universidade de Leicester. Lá, pesquisadores pediram para as pessoas avaliarem fotos de crianças de 10 anos para verificarem se o álcool faria com que o julgamento moral delas fosse menos evidente. O resultado mostrou que os adultos continuavam não achando crianças atraentes, mas os outros adultos mostrados passaram a ser vistos de um modo “mais bonito”.

Com isso, os pesquisadores descobriram que o álcool realmente afeta a percepção de atratividade de cada pessoa, mas não afeta a capacidade de julgamento relacionado à percepção de idade. Mas se isso acontece, qual seria o grande motivador? Estudos de Roehampton (um instituto de Londres) tentam explicar isso por meio das análises de simetria facial.

A culpa é da simetria bilateral
Já faz muito tempo que isso é cogitado: os humanos tendem a achar outras pessoas mais bonitas quando seus rostos são simétricos. E é justamente nisso que o álcool afetaria o cérebro humano. Os pesquisadores explicaram o métodos ao Today I Found Out:

"20 imagens de pares de rostos e 20 imagens de um rosto único foram mostrados em um computador, uma de cada vez. Participantes foram instruídos a declarar quais das faces mostradas nos pares eram mais atraentes e também se os rostos únicos eram simétricos ou não."

Segundo as conclusões dos pesquisadores de Roehampton, o álcool dificultou a percepção de assimetria dos entrevistados. Por amostragem, define-se que o mesmo acontece com as outras pessoas. Logo, quando bebemos também deixamos a percepção de simetria menos aguçada e é justamente por esse motivo que acabamos vendo as outras pessoas como sendo mais bonitas.

Em resumo: ao ingerirmos álcool, passamos a ignorar possíveis assimetrias nos rostos alheios. Ao mesmo tempo, não deixamos os sensos de julgamento de lado e entendemos as pessoas à nossa volta da maneira que entenderíamos em outras situações. O que acontece, na verdade, é que a libido é aumentada — ao mesmo tempo em que a inibição é diminuída — e por isso as pessoas inebriadas acabam se envolvendo com quem não se envolveriam naturalmente.

Fonte: Mega Curioso

Curta nossa página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ShareThis